2 de ago de 2017

TURMAS: 231 E 232 - Como são feitos os dicionários?

ESCOLA: Colégio Municipal Theóphilo Sauer                DATA:_____/08/2017
PROFESSOR: Elemar Gomes - DISCIPLINA: Língua Portuguesa - TURMA:______
NOME:________________________________________________________________________
LEIA O TEXTO E DEPOIS RESPONDA A ATIVIDADE DE COMPREENSÃO
Como são feitos os dicionários?
 
        O primeiro passo é preparar um grande inventário de palavras, usando como material obras literárias, jornais, revistas, bulas de remédio, manuais técnicos e praticamente tudo relacionado à língua corrente. É claro que o levantamento não começa do zero, pois dicionários antigos também são utilizados para abastecer o gigantesco arquivo. Milhões de palavras que aparecem nesse material são então cadastradas com a ajuda de um leitor óptico, um tipo de scanner, que passa esses dados para a memória de um computador. Novamente com o auxílio da informática, o passo seguinte é cruzar as vezes que cada vocábulo surge, descobrindo quais são os mais frequentes na língua e que efetivamente serão publicados.
        “Uma língua tem milhões de palavras, das quais apenas uma parte fará parte do dicionário”, diz o lexicógrafo (autor de dicionários) Mauro de Salles Villar, diretor do Instituto Antônio Houaiss, entidade responsável por um dos principais dicionários da língua portuguesa, o Houaiss, que possui quase 230 mil verbetes (palavras).
Antônio Houaiss   -  Crítico literário
Antônio Houaiss foi um destacado intelectual brasileiro — filólogo, crítico literário, tradutor, diplomata, enciclopedista e ministro da cultura do Brasil no governo Itamar Franco.
Nascimento15 de outubro de 1915, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
CônjugeRuth Marques de Salles (de 1942 a 1988)
        Após serem definidas as palavras que entrarão na obra, é hora de preparar o texto dos seus significados, além de pesquisar outras informações que podem complementar os verbetes, como a origem do vocábulo e a data em que ele passou a ser usado na língua.
        Todo esse trabalho pode levar anos ou até décadas e, invariavelmente, envolve uma grande equipe de pesquisadores. O dicionário Houaiss levou 15 anos para ser feito, contando com mais de 200 colaboradores e lexicógrafos do Brasil e de outros países de língua portuguesa.
(adaptado de http://mundoestranho.abril.com.br/cultura/como-sao-feitos-os-dicionarios/)


Atividades de compreensão

1. Em relação à criação de um dicionário, podemos dizer que, segundo o texto:
a) é necessário ignorar os dicionários anteriores para realizar um bom trabalho.
b) não é preciso o auxílio da tecnologia para a pesquisa de palavras.
c) um dicionário, após ser concluído, deve ter pelo menos 230 mil verbetes.
d) um lexicógrafo não deve pesquisar palavras de outros dicionários.
e) um dicionário pode demorar muito tempo para ser terminado.

2. Analise as alternativas abaixo:
I – apenas uma parte da língua é dicionarizada.
II – o lexicógrafo Mauro de Salles Villar fez um dicionário sozinho.
III – o dicionário Houaiss tem exatamente 230 mil verbetes.
As alternativas que não condizem com as informações do texto são:
a) I.
b) II.
c) I e II.
d) II e III.
e) I, II e III.

3. Em relação ao primeiro parágrafo do texto, podemos dizer que:
a) faz um resgate histórico sobre criação de dicionários.
b) aborda o benefício da tecnologia para pesquisa de novas palavras.
c) apresenta etapas, em amplos traços, da criação de um dicionário.
d) valoriza as palavras mais utilizadas no meio jornalístico.
e) um dicionário prescinde de publicação das palavras mais frequentes.

4. Como podemos classificar esse tipo de texto (jornalístico, publicitário, poético, ...? por que chegou a essa conclusão?
____________________________________________________________________
5. Analise as alternativas a seguir e relacione as colunas:
I – inventário (linha 1)
II – corrente (linha 4)
III – zero (linha 5)
Se fizéssemos um verbete de dicionário para essas palavras, no contexto em que aparecem, quais significados textuais possíveis teríamos?
( )algo ou alguém que vem em primeiro lugar.
( )descrição detalhada de algo.
( )algo que flui e é aceito por muitos.

6. Leia:
O que é verbete de dicionário?

A MELHOR RESPOSTA!
Bruna Stardo2017-11-05   T18:45
            Olha os verbetes de dicionário são entradas, definições de palavras, explicações e notas sobre algo. Eles não servem somente para dar o significado de uma palavra, como também para dar explicações gramáticas.
OBRIGADO
2
Exemplo: a palavra Turma
Substantivo feminino
1.conjunto de pessoas; grupo.
Ex.:"formamos uma t. que encheu a sala"
2.grupo profissional.
Ex.:”t. da faxina”
3.grupo de indivíduos congregados em razão de certo interesse comum.
Ex.:”t. de ecologistas”
4.conjunto dos estudantes que seguem o mesmo curso, frequentando a mesma sala; classe.
Ex.:"muita gente da t. faltou"
Origem
ETIM lat. turma, ae 'destacamento de cavalaria'
Responda:
O que mais podemos aprender com os dicionários?
__________________________________________________________________________________________________________________________  .

ESCOLA: Colégio Municipal Theóphilo Sauer                DATA:_____/08/2017   - TURMA:______
PROFESSOR: Elemar Gomes - DISCIPLINA: Língua Portuguesa -
NOME:______________________________
Conheça 10 palavras que desapareceram da língua portuguesa
Conheça 10 palavras que desapareceram da língua portuguesa
                Você já ouviu falar em chumbrega? E em um quiprocó? Conheça 10 palavras da língua portuguesa que não são mais faladas no cotidiano e entenda por que elas caíram em desuso.
91
            As palavras, assim como tudo na vida, passam por diversas transformações. Você já deve ter ouvido falar que antes se dizia “vossemecê” ao invés de “você”, por exemplo. Mas, por que algumas palavras caem no esquecimento popular?
            A língua é viva. Ela é a expressão da sociedade de uma época, portanto conforme os hábitos e costume dessa sociedade mudam, ela também muda. A ideia a ser transmitida é a mesma, o que muda é a palavra usada para expressá-la. É por isso que existem expressões antigas e novas para coisas que tem o mesmo significado.
  E as palavras de hoje em dia devem desaparecer?        Algumas sim, especialmente os pronomes de tratamento. "Pouca gente usa hoje em dia os pronomes de tratamento mais formais, como 'vossa senhoria' e 'vossa excelência'". Porém, essas palavras e expressões podem reaparecer a qualquer momento, mesmo depois de ficarem esquecidas. Assim como resgatamos a moda, podemos resgatar palavras e atribuir a elas novos significados, concluiu.
  Confira agora 10 exemplos de palavras que caíram no esquecimento popular:
1 – Quiprocó
Não faz ideia do que isso significa? Saiba que você provavelmente já passou por uma situação de quiprocó: a palavra significa "confusão", por exemplo, "Hoje eu vi um quiprocó no mercado".
2 – Chapoletada
A palavra chapoletada era mais usada em expressões como “vou lhe dar uma chapoletada”, que significa o mesmo que dizer que você vai bater em alguém.
3 – Fuzarca
Fuzarca era um termo bastante usado para falar sobre bagunça. Por exemplo: “As crianças fizeram uma fuzarca na sala!”.
4 – Chumbrega
Achou alguma coisa feia ou estranha? O que hoje você chama de cafona, a sua avó chamava de chumbrega durante a juventude.
5 – Sirigaita
Sirigaita é uma das piores ofensas que uma moça do século passado poderia ouvir. Ao chamar uma mulher de sirigaita, uma pessoa queria dizer que ela era mal-educada e tinha atitudes constrangedoras. O professor Claus completa: "existia ainda a palavra 'lambisgoia', que seria o equivalente ao que hoje muita gente chama de 'piriguete'", afirmou.
6 – Supimpa
Se algo está supimpa significa que está muito bom. Supimpa, não é?
7 – Marmota
Antigamente, quando alguém ficava desconfiado de algo dizia coisas do tipo “tem marmota aí”, ou seja, “tem algo de estranho nessa história”.
8 – Carraspana
Saiu pra beber com os seus amigos a noite toda e só voltou de manhã? Nesse caso, você viveu o que antes se chamava de uma carraspana e hoje é conhecido apenas como uma bebedeira mesmo, ou, como o professor Claus completou, como "manguaça".
9 – Ceroula
"Ceroulas eram aquelas cuecas compridas, que iam até abaixo dos joelhos, usadas pelos homens para que o tecido das calças não subisse", explicou o professor Claus.
10 – Safanão
Você já levou um safanão da sua mãe? Talvez a sua resposta seja sim. Segundo o professor, um safonão é o ato de puxar o braço de uma pessoa para dar uma bronca, tal como as mães costumam fazer.
TAREFA:

LISTE 10 PALAVRAS INCOMUNS NOS DIAS DE HOJE. SE PRECISAR, ENTREVISTE UMA PESSSOA MAIS VELHA!
Fonte: www.aulasdaminhavida.com.br

Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.