19 de jun de 2016

Código de Defesa do Consumidor em Cordel

Código de Defesa do Consumidor em Cordel

Você já imaginou o Código de Defesa do Consumidor em versos de cordel?

A Literatura de Cordel, uma das maiores tradições da cultura brasileira, é utilizada por alguns Procons e outros órgãos de defesa do consumidor para orientar os consumidores sobre seus direitos e deveres.

A partir de hoje, você confere uma série especial com alguns destes cordéis. Para começar, trechos do folheto publicado pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça.

Cordel do Consumidor
Autora: Odila Schwingel Lange

Com licença, amigos e amigas,
Venho desempenhar o meu papel
Como poeta popular.
Eu vou fazer um cordel
Ao Código do Consumidor
Procurarei ser fiel!

O consumidor, companheiros,
É revestido de importância
Não pode ser enganado
Nem tratado com discrepância
Ninguém pode descumprir a lei
Nem por erro ou ignorância!

(…)

Por isso falo em bom tom
Sobre este assunto importante
Não te deixes enganar
Nem sequer por um instante
Exige, sim, teus direitos
De cidadão atuante!

(…)

Se o prestador de serviço
Não cumprir com a obrigação
Existem os meios legais
De fazer autuação
Mas pega sempre o comprovante
Para não ficar na mão!

(...)

Não esmoreças, meu amigo,
Se viveres entrando em fria
Lesar o consumidor
No Brasil virou mania
Reclamar é a maneira
De exercer cidadania!

E para terminar estes versos
Peço ainda atenção
O Procon atende a todos
Não fazemos distinção
Lutando por teus direitos
Moralizas a nação!

E digo, com toda certeza,
Presta atenção, por favor,
Que mesmo depois de morto,
Ainda és consumidor
Pois existe sempre um parente
Te levando vela ou flor!


*******


Gostou dos versos e quer saber mais? Neste sábado, 10/12,  acontecerá uma Feira de Literatura de Cordel no Memorial da América Latina, com a participação de cordelistas e cantadores, exposição de xilogravuras, recital de poesia tradicional nordestina, música e contação de histórias.

Serviço: 

Caravana do Cordel: O mundo do Cordel para todo Mundo
Data e horário: 10 de dezembro, sábado, das 15h30 às 19h00
Local: Memorial da América Latina - Biblioteca Latino-americana (ao lado da estação Barra Funda do metrô). Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda. São Paulo/SP
Telefone: (11) 3823-4600
Entrada franca. Classificação: livre

Mais informações em http://www.memorial.org.br/

Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.