6 de mar de 2016

TURMAS: 71/72/73

Olá! A partir de agora vamos aprender mais um assunto relacionado à nossa querida Língua Portuguesa: dessa vez falaremos sobre os pronomes adjetivos e os pronomes substantivos. Você percebeu que já aprendemos muito sobre esta classe gramatical? Mas acredite: ainda temos muito a aprender.
Pois bem, começaremos falando dos pronomes adjetivos. Para isso, analisaremos a oração que segue:

Há uma diferença entre os pronomes adjetivos e os pronomes substantivos
Meu amigo é muito gentil. Descobriu onde está o pronome? Por certo que você irá responder que é “meu”, não é verdade?
Sim, agora precisamos saber o porquê de ele ser chamado de pronome adjetivo. Como você sabe, esse pronome, como já aprendemos, pertence aos pronomes possessivos, aqueles representados por “meu, minha, sua”, etc.
Outro aspecto é que está acompanhando o substantivo “amigo”, concorda? Descobrimos algo fantástico: o pronome adjetivo é aquele que acompanha o substantivo.
Vamos analisar mais um exemplo: 
Meu amigo é muito gentil, mas o seu não é. 
Descubra rápido: que palavrinha o pronome “seu”, que também é possessivo, está substituindo? 
Ah! É claro que é o substantivo “amigo”, concorda? 
Então vamos a mais uma descoberta: o pronome substantivo é aquele que substitui o substantivo. 
Vejamos outros exemplos: 
Meu pai gosta de futebol, o seu também gosta? 
Sua prima estuda naquele colégio, mas a minha não. 
Minha nota foi a maior da sala, e a sua
Agora sim, podemos afirmar que sabemos bem a diferença que existe entre ambos os pronomes, não é verdade?

Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.