26 de abr de 2015

Planos de aula - 2015 - Semana: 27 a 30/ABRIL(12.ª)

 - Instituto Adventista Cruzeiro do Sul
Endereço: Av. Sebastião Amoretti, 2130-a - Cruzeiro do Sul, Taquara - RS, 95600-000 - Telefone:(51) 3541-6800
Planos de aula - 2015
Escola: IACS
Semana:
27 a 30/ABRIL(12.ª)
Professor: Elemar Gomes

ANO: SEXTO - CONTEÚDOS
Turma: 61
Disciplina: PORTUGUÊS

  Ø   (  )VISTAR TEMA DE CASA: “SUPERPAI” – P. 52-53;
  Ø   (  ) ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL: TEXTO DE OPINIÃO;   
  Ø   (  )ESTUDOS DOS CONCEITOS SOBRE SUBSTANTIVOS - CLASSIFICAÇÃO;
  Ø   (  )EXERCÍCIOS SOBRE SUBSTANTIVOS – CLASSIFICAÇÃO;
  Ø   (  )PROVA DE RECUPERAÇÃO.

è  RECUPERAÇÃO: 30/04/2015 – PESO: 7,0
6
PERÍODOS
OBJETIVOS: - * Os alunos serão avaliados nas atividades de:
·          Leitura silenciosa e oral.
·          Debate e discussão sobre o tema proposto.
·          Participação oral.
·          Realização das atividades propostas no livro.
·          Realização dos exercícios de fixação.
·          Participação oral na correção das atividades.
Produção textual individual.
- Atividades no livro e caderno.
ANO: SÉTIMO - CONTEÚDOS
Turmas:
71, 72 e 73
Disciplina: PORTUGUÊS
  Ø   (  )VISTAR TEMA DE CASA: “MULHER CORAGEM” – P. 60-61;
  Ø   (  )ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL - CRÔNICA: MÃES
  Ø   (  )ESTUDO SOBRE MORFOLOGIA: CONCEITOS E EXEMPLOS;
  Ø   (  )EXERCÍCIOS SOBRE MORFOLOGIA – CORREÇÃO;
  Ø   (  )PROVA DE RECUPERAÇÃO.
è RECUPERAÇÃO: 30/04/2015 – PESO: 7,0
6
PERÍODOS
* Os alunos serão avaliados nas atividades de:
•              Leitura silenciosa e oral.
•              Debate e discussão sobre o tema proposto.
•              Participação oral.
•              Realização das atividades propostas no livro.
•              Realização dos exercícios de fixação.
•              Participação oral na correção das atividades.
Produção textual individual.
- Atividades no livro e caderno.
ANO: OITAVO - CONTEÚDOS
Turma: 83
Disciplina: PORTUGUÊS
Antes da prova:

  Ø   (  )VÍDEO: OS FANTÁSTICOS LIVROS VOADORES;
  Ø   (  )FILME: “ROMEU + JULIETA” – PREPARAÇÃO PARA O TEATRO;
  Ø   PROVA DE RECUPERAÇÃO.

è  RECUPERAÇÃO: 30/04/2015 – PESO: 7,0
6
PERÍODOS
OBJETIVOS: * Os alunos serão avaliados nas atividades de:
Leitura silenciosa e oral.
Debate e discussão sobre o tema proposto.
Participação oral.
Realização das atividades propostas no livro.
Realização dos exercícios de fixação.



AOS ALUNOS DA TURMA 83Trailer de Romeu + Julieta

ALUNOS DAS TURMAS: 71, 72 e 73 - MATERIAIS DE AUXÍLIO SOBRE O PRÓXIMO CONTEÚDO

Morfologia
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre, revisado pelo professor Elemar Gomes.
Em linguística, no nível de análise morfológica encontramos duas unidades formais: a palavra e o morfema. Uma das questões centrais no estudo da morfologia é decidir se a abordagem será pela perspectiva do morfema ou se a partir da palavra, da formação e da classificação das palavras. A peculiaridade da morfologia é estudar as palavras olhando para elas isoladamente e não dentro da sua participação na fraseou período. Gramática Tradicional fez opção clara pela abordagem a partir da perspectiva da palavra, tanto que a morfologia tradicional é centrada no estudo das classes de palavras. Alguns linguistas sugerem que a abordagem a partir dos morfemas é mais sensata, dadas as dificuldades encontradas para delimitar o conceito de palavra. Da nossa parte, não vamos radicalizar em favor de nenhuma perspectiva. Tentaremos abordar com equilíbrio tanto os morfemas como as palavras.
Existem:
§  Radical;
§  Afixos (Sufixo e Prefixo);
§  Desinências (verbal e nominal);
§  Vogal Temática;
§  Vogal de Ligação; e
§  Consoante de Ligação.
Tipos de Derivação
Derivação prefixal 
Prefixo + Palavra Primitiva (Radical)
Exemplos:
§  a + pôr = apor
§  semi + círculo = semicírculo
§  contra + pôr = contrapor
§  ex + pôr = expor
§  im + pôr = impor
§  per + correr = percorrer
Derivação sufixal 
Palavra Primitiva (Radical) + Sufixo
Exemplos:
§  casa + arão = casarão
§  chuva + oso = chuvoso
§  calma + mente = calmamente
§  casa + inha = casinha
§  casa + eiro = caseiro
§  humano + izar = humanizar
§  pinto + ada = pintada
Derivação parassintética 
Prefixo + Palavra Primitiva (Radical) + Sufixo
Exemplos:
§  a + funil + ar = afunilar
§  en + gaiola + ar = engaiolar
§  a + manh(ã) + ecer = amanhecer
Derivação regressiva 
A palavra primitiva (Radical) reduz-se ao formar a palavra derivada.
Exemplos:
§  chorar = choro
§  abalar = abalo
§  errar = erro
§  cortar = corte
§  debater = debate
§  recuar = recuo
§  sarampão = sarampo
§  chutar = chute
Derivação imprópria : Mudança gramatical nas palavras sem alteração da forma.
Exemplos:
§  Porto (instalação para embarque e desembarque marítimo) - Porto (vinho)

§  Pereira (árvore) - Pereira (apelido)

22 de abr de 2015

10 dicas para escrever melhor!

O terror de muitos estudantes é a redação. Muitas vezes até as questões objetivas assustam pelo simples fato de não se sentirem seguros na hora de escrever. Mas, para isso, existem dicas que podem acabar com esse medo e fazer dos seus textos um sucesso. Confira:

1. Leia muito

Foto: © iStock.com / LuckyBusiness
Foto: © iStock.com / LuckyBusiness
Pode parecer clichê, mas essa é a dica mais infalível. Quem lê muito tem um bom vocabulário e aprende sem perceber regras de gramática. Leia textos de diversos tipos, desde revistas de entretenimento a livros técnicos, romances e clássicos da literatura. Variar os estilos também ajuda a ampliar o conhecimento literário. Além disso, quem lê bastante aprende coisas novas todos os dias, e para elaborar um bom texto é necessário estar informado e ter conteúdo.

2. Escreva sobre coisas que gosta

Uma maneira muito divertida e leve de exercitar a escrita é escrevendo sobre o que gosta. Seja sobre o seu dia-a-dia, sua banda preferida ou sua série de ficção favorita. Antes de partir para o treino das redações de vestibular ou tentar escrever um artigo científico, exercite a sua escrita descompromissadamente. O ato de escrever se aprimora como qualquer outra atividade: com bastante treino você escreverá cada vez melhor.

3. Escreva corretamente na internet

Nós sabemos que na internet o compromisso com a língua não é tão levado a sério, mas às vezes nos acostumamos a escrever de forma abreviada ou errada, e isso reflete na hora que vamos escrever. Escrever corretamente em qualquer situação faz com que isso se torne natural, reduzindo suas dúvidas e tornando a escrita algo prazeroso e simples.

4. Faça um blog ou diário

Como já disse na dica 3, escrever sobre coisas que gostamos facilita a atividade. Você pode criar um blog, para falar de coisas que gosta para outras pessoas, ou simplesmente escrever um diário, falando do seu dia a dia, do que fez, do que gostaria de fazer, são formas de exercitar a sua capacidade de escrita de forma descompromissada e divertida.

5. Seja objetivo

Um bom texto não tem enrolação, não “enche linguiça”. Fale diretamente o que você deseja, com conteúdo e apresentando as informações de forma clara. Não faça muitas citações, pois isso dá a entender que você não tem conteúdo a apresentar.

6. Não use palavras difíceis/rebuscadas

Um bom texto é simples. Palavras bonitas e completamente desconhecidas não agregam valor ao seu texto, e o tornam de difícil compreensão para qualquer leitor. O importante é ter um vocabulário amplo, saber várias palavras com o mesmo significado para evitar repetições, pois elas empobrecem o texto. Porém, precisam ser palavras utilizadas no dia-a-dia, que permitam que o seu texto deixe claro todo o conteúdo que possui.

7. Leia seus textos em voz alta

Às vezes os textos podem conter palavras repetidas ou cacofonias e rimas não intencionais. Lendo em voz alta você consegue ouvir todos estes possíveis erros e corrigi-los. Além disso, muitas vezes lendo o texto percebemos que podemos melhorar alguns pontos dele, e fica muito mais simples corrigir a acentuação.

8. Exercite a pontuação e acentuação

Um bom texto tem leitura fluida, e para isso a pontuação é crucial. Aprender a empregar a vírgula e os pontos ajuda muito na qualidade do seu texto. A acentuação também é de suma importância. Muitas palavras da nossa língua têm sentidos diferentes com e sem acento, por isso atenção redobrada nestes detalhes.

9. Evite exemplos em excesso

Como já dito anteriormente, a objetividade é a grande qualidade de um texto. Portanto, encher a sua redação com exemplos diversos torna a leitura cansativa e provoca dúvidas acerca do seu conhecimento. Exemplifique apenas quando necessário e de maneira sucinta. Assim o seu texto fica fluido e agradável.

10. Evite palavras estrangeiras

Este é um problema dos tempos de globalização. Com todas as informações circulando o mundo, às vezes adotamos palavras de outros idiomas, principalmente do inglês, para o nosso vocabulário. No entanto, isso torna o texto confuso, e pode pegar algum leitor desprevenido. Procure sempre alguma palavra ou expressão em português equivalente ao estrangeirismo. Somente utilize quando não houver opções.
Estas são regras simples, que podem melhorar a qualidade da sua escrita. Escrever é como praticar um esporte ou jogar um videogame: com bastante treino é possível se tornar um expert. Siga as dicas e sucesso!
Arquivado em: EducaçãoRedação
Fonte:http://www.infoescola.com/redacao/10-dicas-para-escrever-melhor/

Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.