29 de jun de 2014

CARTA COMUM


AULA DE PORTUGUÊS
TEMA: Carta Pessoal
Escrevemos uma carta pessoal quando queremos nos comunicar com alguém próximo de nós, como amigos ou familiares.
As características desse tipo de gênero textual são simples, ou seja, não possuem muitas regras e estrutura para serem seguidas. Vejamos:
• O assunto é livre, geralmente de ordem íntima, sentimental.
• O tamanho varia entre médio e grande. Quando é pequeno, é considerado bilhete e não carta.
• O tipo de linguagem acompanhará o grau de intimidade entre remetente e destinatário. Portanto, cabe ao escritor saber se pode usar termos coloquiais ou mesmo gírias.
• Quanto à estrutura, a carta pessoal deve seguir a sequência: 1. local e data escritos à esquerda, 2. vocativo, 3. corpo do texto e 4. despedida e assinatura.
Como o grau de intimidade é variável, o vocativo, por consequência, também: Minha querida, Amado meu, Querido Amigo Fulano, Fulaninho, Caro Senhor, Estimado cliente, etc. A pontuação após o vocativo pode ser vírgula ou dois-pontos.
Assim também é em relação à despedida, a qual pode variar entre Atenciosamente, Cordialmente, etc. até Adeus, Saudades, Até em breve, etc.
Quanto à assinatura, pode ser desde só o primeiro nome até o apelido, dependendo da situação.
Caso se esqueça de dizer algo importante e já tenha finalizado a carta é só acrescentar a abreviação latina P.S (post scriptum) ou Obs. (observação).
A carta pessoal geralmente é entregue em mãos ou enviada pelo correio, pois é manuscrita!
Curiosidade sobre P.S: essa sigla é originada do verbo latino “post scribere” que significa “escrever depois”!
Por ELEMAR GOMES - Graduando em Letras/Português-Literatura

VIDA BOA
O que vem à sua mente quando você pensa em vida boa? Muito dinheiro? Sucesso profissional? Uma vida bem sucedida? Muitos carros na garagem? Casas pelo mundo afora? Acesso pleno a um jato particular? Embora essas coisas tenham o seu apelo, Davi nos lembra de que nada é melhor do que a família... Seus pais ou quem possa representá-los, seus amigos, seus professores, colegas, familiares, algum dia sua esposa, seus filhos e até mesmo, seus netos. Deus não criou famílias apenas para povoarem o mundo. Ele quis que cada família fosse um cantinho paz, amor, alegria, harmonia... enfim, que fosse uma benção. Uma benção para as pessoas dentro dela e para as pessoas de fora também. Uma benção para os dias de hoje, bem como para os anos vindouros. Pessoas que lhe respeite e lhe ame. Enfim, que querem viver ao seu lado e sentir uma alegria sem limetes, só porque estão vivendo contigo.

Essa é verdadeiramente uma boa família! Um abração do professor ELEMAR GOMES

Planos de aula
THEÓPHILO SAUER
Escola: THEÓPHILO SAUER
Semana:
1.ª JULHO/14
Professor: Elemar Gomes

  Ø   9.º ANO(91,92 e 93): “Odisséia” – ATÉ:15/07/2014 – 10,0 PONTOS (DEB. + QUEST.)
SÉRIE: NONA
Turma: 91
Disciplina: PORTUGUÊS
Conteúdos
Período
Objetivos
·       TEATRO:
Romeu e Julieta
·       APRESENTAÇÕES.
·       PRODUÇÃO TEXTUAL:
CARTA DE AMIZADE

4
- Caracterizar os textos de acordo com o género ao qual pertencem, identificando o assunto, ideias principais e secundárias, as intenções do autor, o provável destinatário e suas informações pressupostas ou subentendidas. - Desenvolver e valorizar os hábitos de leitura e apreciação crítica.
SÉRIE: SÉTIMA
Turma: 92
Disciplina: PORTUGUÊS
Conteúdos
Período
Objetivos
·       TEATRO:
Romeu e Julieta
·       APRESENTAÇÕES.
·       PRODUÇÃO TEXTUAL:
CARTA DE AMIZADE
·          
4
- Caracterizar os textos de acordo com o género ao qual pertencem, identificando o assunto, ideias principais e secundárias, as intenções do autor, o provável destinatário e suas informações pressupostas ou subentendidas. - Desenvolver e valorizar os hábitos de leitura e apreciação crítica.
SÉRIE: SEXTA
Turma: 93
Disciplina: PORTUGUÊS
Conteúdos
Período
Objetivos
·       TEATRO:
Romeu e Julieta
·       APRESENTAÇÕES.
·       PRODUÇÃO TEXTUAL:
CARTA DE AMIZADE
·        

4
- Caracterizar os textos de acordo com o género ao qual pertencem, identificando o assunto, ideias principais e secundárias, as intenções do autor, o provável destinatário e suas informações pressupostas ou subentendidas. - Desenvolver e valorizar os hábitos de leitura e apreciação crítica.


Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.