17 de dez de 2014

PARABÉNS AOS MEUS AFILHADOS DO THEÓPHILO SAUER

DISCURSO: THEÓPHILO SAUER
QUERIDO(A) FORMANDO(A) DA TURMA 192




Chegou a hora, chegou o momento máximo de mais uma etapa, chegaram à formatura e essa é muito especial, e isso é o que vale, porque é o resultado de uma caminhada de sucesso, de brilho, de consagração, de vitórias.
Ah! Como é maravilhoso vê-lo aí, acima de tudo: FELIZ!
Quero lembrá-lo(a) que tudo o que se vive nesse planeta não se vive sozinho, nem pra si mesmo!
Dizem que a vida é curta, mas não é verdade. A vida é longa para quem consegue viver pequenas felicidades. E essa tal felicidade anda por aí, disfarçada, como uma criança tranquila brincando de esconde-esconde.
Infelizmente às vezes não percebemos isso e passamos nossa existência colecionando nãos:
a viagem que não fizemos; o presente que não demos; a festa que não fomos; o amor que não vivemos; o perfume que não sentimos. A vida é mais emocionante quando se é ator e não espectador; quando se é piloto e não passageiro; pássaro e não paisagem; cavaleiro e não montaria.
E como ela é feita de instantes, não podemos nem devemos medi-la em anos ou meses, mas em minutos e segundos.
Não tenha medo do futuro, apenas lute e se esforce ao máximo para que ele seja do jeito que você sempre desejou!
A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos.
O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.
Estamos passando por um momento intenso. Inexplicável. Incomparável. Assim foi esse tempo em que estivemos unidos. Um período no qual descobrimos o mundo: estudamos, brincamos, aprendemos, sorrimos… Juntos! Alunos, funcionários e professores vivemos intensamente muitos momentos alegres, produtivos, positivos e inesquecíveis. Momentos esses que, sabemos, permanecerão em nossas vidas, como uma marca muito agradável em nossos corações. Cativamos e fomos cativados.
Tivemos a oportunidade de conviver com todo tipo de pessoas. Dentre elas, muitos alunos destacaram-se. Alguns como questionadores; outros, pela capacidade de expressão e liderança; outros primaram pela organização e pontualidade. Há também aqueles que foram verdadeiros exemplos de dedicação e persistência. E como não poderiam faltar, aqueles responsáveis por alegrar todas as aulas e motivar os amigos.
Ah! As amizades… Essa não precisa nem comentar, pois sem dúvida são sinceras, repletas de carinho e dedicação. E a todos esses queridos amigos com quem não conviveremos mais diariamente nessa nova fase da vida, só temos a dizer muito obrigado. Até mesmo nos momentos de adversidade, aprendemos. Aprendemos a ser mais humildes e a trabalhar em equipe.
Para finalizar, gostaria de enfatizar que esse momento não é um momento de tristeza porque nos despedimos. Não; esse é um momento de reflexão, de aceitação. De olhar para frente. Um momento de admitir que a vida de cada um de nós é feita de fases. Tudo muda. O mundo muda; mudamos nós. Amadurecemos, e não envelhecemos, só envelhece quem quer.
Nossas prioridades mudam e mudarão; nossa leitura de mundo, também. Devemos não nos entristecer porque as coisas acabaram, e sim agradecermos porque elas existiram. Aliás, nada aqui acabou; muito pelo contrário. Esse é tão somente o começo, o ponto de partida para uma geração com vontade e disposição para mudar as coisas. Mudar a própria sina, mudar a realidade que nos cerca.
Chegou a vez dessa geração, mostrar para o mundo lá fora que tipo de ensinamento que recebemos. Chegou a hora e a vez de mostrar nossa cara, nossa cara de orgulho por ter sido aluno da escola THEÓPHILO SAUER.
Que Deus lhes abençoe e sejam muito felizes! Parabéns!

Com muito carinho do professor: Elemar Gomes– FORMATURA – DEZ/2014.

Eclesiastes 1:13

E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.